SOS Cocal

Em maio de 2009 a barragem de Algodões, no Piauí, rompeu e uma onda de água com 20 m de altura destruiu centenas de casas deixando 2.000 pessoas desabrigadas.

A Associação ProBrasil, presidida por Uwe Weibrecht, inaugurou no dia 18/12/2010 a Casa de Farinha no município de Cocal. A inauguração contou com a presença de toda a comunidade de Boíba (localizada na zona rural da região) população que foi a mais atingida durante o rompimento da Barragem Algodões, em maio de 2009; além de autoridades locais e de parceiros que contribuíram para o desenvolvimento do projeto.

O projeto conta com equipamentos de ponta, que elevarão a produção de farinha, proporcionando a expansão da produção e, consequentemente, da renda das famílias que, até aquele momento, não possuíam nenhuma atividade para sobreviver. Segundo o presidente-fundador da Associação ProBrasil, Uwe Weibrecht, esse projeto é o reconhecimento de que a ProBrasil e seus parceiros auxiliam a criar projetos que desenvolvam o Estado, auxiliando a aumentar a economia e buscando, através da cidadania e solidariedade, melhorar a vida da população carente do Piauí, na busca constante em ajudar a construir um futuro melhor.

A Casa de Farinha irá atender cerca de 100 famílias da região e conta com o apoio das lideranças das comunidades de Frecheira de São Pedro, Angico Branco e Boíba. Os moradores atendidos pelo projeto também passaram por cursos técnicos onde aprenderam a operar o novo maquinário, dando início a uma cooperativa autossustentável de produção de farinha de mandioca.

Só em Teresina, a ProBrasil já contabiliza conquistas importantes desde a sua fundação. A primeira conquista foi a doação de equipamentos para a Clínica de Dermatologia do Hospital Getúlio Vargas (HGV) que, em parceria com o Ministério da Saúde e a Secretaria de Saúde do Estado do Piauí, reformaram, ampliaram e aparelharam a clínica, que foi reinaugurada em outubro de 2008, depois de passar por uma série de melhorias em sua estrutura, fazendo dobrar o número de atendimentos realizados.